União de Leiria e Estoril Praia fecharam a manhã de jogos na Academia de Futebol da equipa do Liz

Texto de David Agostinho

Começou bem melhor a equipa da linha. Logo no segundo minuto de jogo, Pedro Castelo ganha a bola no interior da área leiriense e atira-a ao poste da baliza defendida por Edgar Rodrigues.

Três minutos volvidos e golo, mas na outra baliza. Francisco Liberato bastante rápido no corredor direito a ganhar a linha e a cruzar para Simão Bastos, que ao segundo poste só teve de encostar.

Aos 28 minutos, Francisco Liberato, o mesmo que estivera na origem do primeiro golo, podia com um pouco mais de calma ter aumentado a contagem. Edgar Rodrigues soltou a bola. Sem que se percebesse muito bem porquê o extremo do Leiria roubou-lhe a bola, porém o remate saiu desviado.

Na segunda parte, novamente Liberato. Primeiro numa grande jogada pelo corredor esquerdo com o cruzamento a não sair com as medidas certas. Dois minutos, depois obriga um adversário a pará-lo em falta e, aos 37 minutos faz um golo de antologia. Ganha a bola no meio campo, passa pelo primeiro adversário com um toque ligeiro, ganha ao segundo em velocidade. E à saída do guarda-redes João Castilho, que entretanto substituíra Edgar Rodrigues, atira à baliza aumentando assim para 2-0.

A partir daqui, o Leiria limitou-se a gerir o resultado e a equipa com José Horta a fazer várias alterações, uma delas a saída de Liberato, claramente o elemento mais desta equipa.

Cresceu a equipa do Estoril, mas sem criar real perigo até que, a três minutos do fim, Martim Cerqueira, em movimento diagonal da esquerda para o meio, é derrubado em falta. Na marcação do livre, o mesmo Martim reduziu a desvantagem da equipa canarinha.

Vitória da União de Leiria por 2-1 num jogo em que foram muito mais perigosos que o Estoril, que com esta derrota está afastado da final da prova.

Destaques da União de Leiria:

– Francisco Liberato: Grande exibição do jovem extremo da equipa do Lis. Muito Rápido, bom tecnicamente e bastante vertical. Equanto esteve em campo foi um autêntico pesadelo para a equipa do Estoril

– Nuno Trindade: Se o Estoril não criou mais perigo muito se ficou a dever a este jogador. No centro do terreno mostrou-se bastante forte fisicamente e eficaz na marcação ao adversário.

Destaques do Estoril:

Aliu Djalo: Com Martim Cequeira um pouco mais apagado foi Aliu a figura do Estoril neste jogo. Junto ao corredor direito mostrou uma boa capacidade de drible. Dos mais esclarecidos em campo.

Pedro Castelo: Os defesas centrais da União de Leiria deram-lhe espaço logo no segundo minuto de jogo e Pedro atirou ao poste. Acaba por ser prejudicado pelo menor caudal ofensivo da equipa

Equipas:

União de Leiria: Bernardo Pereira; Diogo Monteiro, Rafael Lopes, Luís Soares e Francisco Felizardo; Nuno Trindade, Luis Gouveia, Alexandre Fernandes, Gonçalo António e Francisco Liberato; Simão Bastos.

Jogaram ainda- Ricardo Camarate, Daniel Ribeiro, Bryan Rosa, Miguel Gomes, Diogo Abreu e Daniel Lyapin.

Estoril Praia: Edgar Rodrigues; Osmar Salvador, Nuno Martins, Diogo Teixeira, Isaque Abreu; Afonso Fernandes, Lucas Xavier, Aliu Djalo, Martim Cerqueira, Guilherme Albuquerque e Pedro Castelo.

Jogaram ainda: João Castilho, João Reis, Pedro Teixeira, Diogo Gomes e Henrique Pereira

Anúncios