U.Madeira 0-4 FC Porto: Depois da tempestade, vem a bonança

O FC Porto deslocou-se hoje até à Madeira para defrontar o União, jogo referente à 9ª jornada do campeonato.
Em relação ao onze inicial, Julen Lopetegui colocou Osvaldo e Corona como titulares na frente de ataque. Destaca-se ainda a ausência de Bueno e Imbula da lista de convocados.

Os dragões entraram bem no jogo, confiantes. O golo acabou por aparecer e veio madrugador. Aos 12 minutos de jogo, Herrera – após assistência de Layún – cabeceia a bola onde esta é desviada pelo defesa Joãozinho e acabou por trair o guarda-redes André Moreira. Os azuis e brancos adiantavam-se assim no marcador.

Ainda os adeptos portistas festejavam o primeiro golo e Brahimi já dava mais motivos para festejar. Minuto 14′, 2-0. Maxi cruza na direita, o avançado argelino recebeu e com um remate em força envia a bola para o fundo das redes do União da Madeira. Lopetegui tinha assim motivos para ficar mais tranquilo.

A equipa da invicta procurou não baixar o ritmo e daí resultou o terceiro golo, desta vez por Corona (23′). Na direita, cruza a bola em arco,  que acabaria por passar por cima de André Moreira batendo assim o guarda-redes madeirense. Excelente golo do avançado mexicano, ainda que tenha sido muito feliz neste cruzamento-remate.

Após o terceiro golo, o FC Porto baixou o ritmo e apostava na posse de bola.
O jogo chegava ao intervalo com o resultado de 0-3. A excelente eficácia portista acabaria por ser decisiva neste primeiro tempo.

 

estadio uniao da madeira

O forte nevoeiro chegou a assustar nos Barreiros, mas o jogo acabaria por se realizar. Fonte: aBola

Ambas as equipas subiram ao relvado no segundo tempo sem realizarem qualquer alteração.
A segunda parte, como já se adivinhava, não contou com tanto ritmo como a primeira. O FC Porto foi gerindo o seu resultado enquanto que o União da Madeira foi tentando reduzir o marcador sempre que podia, ainda que sem grande perigo.
A segunda parte iria ficar marcado por um aspeto negativo: a expulsão de Osvaldo (75′). O avançado portista recebeu cartão vermelho direto após uma entrada dura sobre o defesa Paulo Monteiro.

Pouco antes do apito final e já com um jogador a menos, os azuis e brancos conseguiram alargar ainda mais o resultado (89′) para 0-4. Livre na direita executado por Layún e Danilo Pereira desvia a bola de cabeça batendo André Moreira pela quarta vez.

O jogo chega ao fim. A equipa portista segue para a cidade invicta com os 3 pontos, depois de realizar um jogo muito bem conseguido.

 

brahimi danilo e corona

Brahimi, Danilo e Corona marcaram três dos quatro golos da equipa portista. Fonte: Página FC Porto

 

DESTAQUES:

Osvaldo: depois de merecer a confiança de Lopetegui para o onze inicial, o avançado voltou a responder com nota negativa. Não realizou um jogo muito bem conseguido e ainda foi expulso. Começa a ficar dificil afirmar-se nos azui s brancos.

Layún: o lateral voltou a destacar-se com a sua ótima capacidade de cruzamento. Fez duas assistências (Herrera e Danilo) e ajudou na vitória gorda dos dragões.

 

Anúncios