FC Porto 2 – 0 V.Setúbal : Layún brilhou e Aboubakar regressou (aos golos)

Depois de mais uma boa exibição na Liga dos Campeões, os dragões receberam hoje o V.Setúbal, jogo a contar para o campeonato. Julen Lopetegui apenas executou uma alteração sobre o último onze: Brahimi, como já se esperava, regressou à titularidade, sendo que a grande surpresa seria a ausência de André André. O médio português acabou por ficar no banco de suplentes, dando assim mais uma oportunidade a Evandro de se mostrar no meio campo azul e branco.
Logo nos primeiros minutos (6′), a equipa do FC Porto poderia adiantar-se no marcador. Aboubakar, após cruzamento de Maxi pelo lado direito, desviou a bola de cabeça contra a barra. O lance acabaria por ser invalidado, visto que o árbitro assinalou falta por parte do avançado portista sobre o guarda-redes do V. Setúbal.
A equipa da invicta foi dominando claramente o jogo, criando mais oportunidades de golo que o adversário (que apenas criou uma por Suk, ao minuto 10′). Apesar das estatísticas favorecerem os dragões, o intervalo acabaria por chegar com um nulo no marcador.

O argelino Brahimi foi a novidade no onze inicial da equipa portista

O argelino Brahimi foi a novidade no onze inicial da equipa portista

No regresso ao segundo tempo, Lopetegui deixou Rúben Neves no balneário (que já estava amarelado) e lançava para jogo André André.
Desde o momento em que as equipas pisaram o relvado, não houve grande história. O FC Porto procurava encontrar espaços para se colocar à frente no marcador, mas a equipa de Setúbal estava consistente a defender.
Ao minuto 71′ o golo acabava por chegar. Aboubakar! O camaronês encostou de cabeça para o fundo da baliza de Raeder, após um cruzamento milimétrico do lateral Layún. Quebrava assim um curto jejum sem marcar.
O FC Porto, depois do primeiro golo, continuou dono e senhor do jogo controlando de forma calma a bola. Sem grande surpresa, ao minuto 84′ ampliava o marcador. Desta vez por Miguel Layún. Maxi cruzou rasteiro e atrasado onde o lateral aparece à entrada da área e, de primeira, remata para o fundo das redes. Mais um belo golo do mexicano, que volta assim a marcar pela segunda vez consecutiva.
Final do jogo. O FC Porto volta a ganhar em casa e continua a pressionar o Sporting na luta pelo 1º lugar.

O lateral Miguel Layún assistiu para o pimeiro golo e marcou o segundo dos dragões

O lateral Miguel Layún assistiu para o pimeiro golo e marcou o segundo dos dragões

DESTAQUES: 

Miguel Layún: o lateral mexicano assistiu para o primeiro golo e marcou o segundo. Dá assim continuidade ao excelente momento de forma que atravessa, sendo considerado (pela equipa Box-to-Box) o MVP desta partida.

Aboubakar: o avançado camaronês voltou a marcar após alguns jogos sem marcar. Quebrou assim a maldição e voltou a mexer as redes da baliza.

Anúncios