MARSELHA 1 – 0 SC BRAGA

Marselha 1-0 Braga (N’Koudou, 40′)

Ainda antes do apito inicial, já o jogo tinha feito correr muita tinta, fruto do incidente das chuteiras roubadas aos jogadores bracarenses. Esse incidente parece ter afetado os ‘guerreiros’, tal foi a desconcentração e desorganização demonstrada dentro de campo. Mauro foi o rosto desse desassosego bracarense. O golo sofrido nasceu numa perda de bola do jogador brasileiro, tendo depois sobressaído a magia de N’Koudou. O jogo foi praticamente de sentido único, sendo que Matheus foi o grande destaque, tendo feito uma série de intervenções de grande nível. Travou inclusive particular duelo com Michy Batshuayi – elemento mais em foco do lado gaulês.

Destaques:

Matheus/Rafa – O guardião brasileiro foi um autêntico muro, sendo ele o principal responsável por tão magra desvantagem, tal foi o desperdício da equipa da casa. Já o internacional português foi o mais inconformado dos bracarenses, tendo sido o único com capacidade para trazer a sua equipa para a frente, tendo estado, no entanto, muito desapoiado.

Michy Batshuayi/ N’Koudou – O internacional belga foi um quebra-cabeças para Ricardo Ferreira e Willy Boly, tendo dado muito trabalho aos seus oponentes. Muito irrequieto, a sua capacidade de desmarcação é realmente notável. N’Koudou, para além de ter marcado o golo que deu a vitória (com este resultado, relança a sua equipa rumo ao apuramento), espalhou pormenores de grande classe, fosse na direita ou na esquerda. Destaque também para o argentino Lucas Ocampos, o outro elemento do trio atacante francês. 

790

Perda de bola de Mauro, que deu origem ao único golo da partida. Fonte: Maisfutebol

(Em atualização)

Anúncios