Tondela 0-4 Benfica; Goleada a meio gás para fazer esquecer derby e relembrar Champions

As estreias: Clésio e Renato Sanches. Para grande surpresa, Clésio foi anunciado ontem nos convocados para o jogo contra o Tondela. Surpresa maior é que foi dada a titularidade ao jovem lateral direito. E a verdade é que não se deu nada mal. O camisola 61 entregou-se bem ao jogo e deixou tudo o que tinha em campo. Tanto que só aguentou uma hora em campo, devido a problemas musculares. Fez lembrar um pouco o primeiro jogo de Nélson Semedo. Provavelmente terá mais oportunidades. Renato Sanches entrou aos 70 minutos para jogar ao lado de Samaris no meio-campo e fazer subir Talisca. Lutou numa luta que já estava ganha. Deu para mais um miúdo do Seixal estrear-se na equipa principal.

Jonas voltou a aparecer com um golo e uma assitência.

Jonas voltou a aparecer com um golo e uma assitência.

O reaparecimento: Jonas. Voltou aos golos (já tem 8 na Primeira Liga) e assistiu. Bem, Jonas voltou em grande. Estava há quase um mês sem dar o melhor de si, coisa que os adeptos do Benfica se têm habituado desde a sua chegada. Marcou logo ao início da partida e no fim da primeira parte assistiu Gonçalo Guedes com a habitual classe. Terça vem jogo de Champions League e Jonas tem tudo para dar seguimento a esta óptima partida.

O puto crescido: Gonçalo Guedes. À falta de Gaitan (não se pode pedir sempre ao argentino para pegar no jogo) esteve um miúdo na outra ala com muita pedalada. O jogo correu-lhe bem. Esteve sempre interventivo no jogo e ainda cruzou no lance do auto-golo de Berger e marcou o terceiro dos encarnados numa finalização que não era assim tão fácil como parecia. Gonçalo Guedes está crescido e ambientado ao estilo de jogo de Rui Vitória.

O caso de estudo: Carcela. Ninguém consegue explicar o porquê do marroquino não jogar mais. Rui Vitória e os seus botões lá o saberão mas não há dúvida que está ali uma excelente opção para entrar em jogo ou até fazer parte do onze titular. Rápido, desiquilibrador. Jogou pouco mais de 20 minutos e fez muitos estragos. Mereceu o golo naquele movimento que é a sua imagem de marca.

Anúncios