FORA DE JOGO #11 – À ESPERA DE QUALQUER COISA

Rui Vitória deixou claro que não vai mudar tudo para a investida ao Tondela. Apesar de estar tenso – com bicadas aos jornalistas e recusando responder a algumas perguntas “descabidas” -, o treinador do Benfica deu uma conferência de imprensa hoje, no Seixal, onde demonstrou claramente que quer dar confiança e foco à equipa, depois do desaire contra o Sporting. “Nada mais me perturba, nada mais me move”; “Os grandes navegadores são conhecidos é pelos temporais e pelas tempestades que vão enfrentando”.

Uma mensagem a insistir na filosofia de Vitória, e de vitória, já a pensar no jogo da 9ª jornada. Questionado sobre a ressaca de críticas pós-derby, espalhadas pela comunicação social, as declarações “aburguesadas” de Rui Gomes da Silva e os jogadores que viram o Benfica – Sporting da bancada, o técnico mostrou a faceta mais dura. Em tempos difíceis, e sabendo à priori que Carcela, Taraabt e Djuricic ficaram de fora por não terem a “qualidade” desejada para entrar já na convocatória, Rui Vitória mostrou-se indiferente às críticas e combativo perante as perguntas dos jornalistas. Rejeitou qualquer desencanto em relação à forma de jogar da equipa do Benfica.

O treinador do Benfica parece estar a querer afirmar uma persona para reagir às provocações negativas dos adversários e comentadores, com o vice-presidente do clube à cabeça. Rui Vitória parece ter esperança de que algo aconteça. Uma resposta positiva em Tondela poderá passar por mudanças (ainda que cirúrgicas), porque nesta conferência de imprensa o técnico mostrou que parece estar à espera de qualquer coisa.

Anúncios