Antevisão: FC Porto vs Benfica

  1. A 5º jornada da Liga NOS promete fazer parar o país e deixar os portugueses colados ao ecrã. O FC Porto recebe o Benfica, no clássico mais aguardado do futebol português. Os dragões chegam ao jogo com mais um ponto que o seu adversário e na liderança do campeonato – partilhada com o Sporting. Nas quatro partidas já realizadas venceram três e empataram uma, enquanto as águias ganharam as mesmas três e perderam uma – frente ao Arouca, logo na 2º jornada. Posto isto, o Box-to-Box decidiu fazer uma antevisão à partida, analisando os pontos fortes e os pontos fracos de cada uma das equipas.
Imbula custou 20 milhões de euros e foi um dos principais reforços

Imbula custou 20 milhões de euros e foi um dos principais reforços.

Pontos fortes FC Porto: O musculado meio-campo e as várias opções. O centro do terreno é, sem dúvida, o ponto mais fortalecido, não só pela qualidade dos jogadores, mas também pelo número de opções que Julen Lopetegui dispõe. Danilo e Imbula dão muito músculo à equipa e Rúben Neves e André André oferecem qualidade de passe e muito dinamismo. Além disso há ainda Herrera, que apesar de não estar a jogar tanto como o ano passado, é um jogador já identificado com a equipa e que pode também trazer qualidade no passe e na transição. Este é o sector do terreno que pode fazer toda a diferença durante o clássico, e que se compararmos as duas equipas vemos que os azuis e brancos são, claramente, mais fortes.

Pontos Fracos FC Porto: A falta de entrosamento dos jogadores e o jogo em equipa. O treinador espanhol tem afirmado várias vezes que está a montar uma equipa nova e que isso leva o seu tempo. E tem razão. Os dragões perderam cinco titulares indiscutíveis – para além de Fabiano e Quaresma – e foram buscar outros tantos para os seus lugares. Quando olhamos para o jogo do Porto vemos que falta algum entrosamento e entendimentos entre os jogadores para a máquina começar a carburar a sério. E quando isso acontecer, pela qualidade do plantel, vai ser muito difícil parar os azuis e brancos.

Gaitán já leva 5 assistências e 2 golos neste início de época.

Gaitán já leva 5 assistências e 2 golos neste início de época.

Pontos Fortes Benfica: Bom momento de Gaitan e bom entendimento Gaitan-Jonas-Mitroglou. Muito se falou da possível saída do argentino durante o mercado de transferências de verão, mas a verdade é que Gaitan ficou e mostrou que está num momento de forma estupendo. Tem sido o jogador em destaque em todos os jogos do Benfica e carrega a equipa para a frente quando os jogos estão mais complicados. Além da boa forma do internacional argentino, também Jonas e Mitroglou têm estado em destaque com golos e assistências. O trio ofensivo, em conjunto, leva 10 dos 13 golos que as águias fizeram no campeonato.

Pontos Fracos Benfica: A falta de um organizador de jogo, um 8 como Enzo. É o ponto mais debilitado da equipa e não há uma solução no plantel. Desde a saída de Enzo Pérez passaram por ali Pizzi e Talisca, mas nenhum com o rendimento esperado. No dragão, Rui Vitória pode apostar num meio-campo mais forte e musculado com Fejsa e Samaris, mas essa aposta vai-lhe retirar qualidade de passe e transporte de bola para o ataque. Outra questão que se coloca é se o técnico português vai manter a dupla de avançados ou vai retirar um para colocar Talisca ou Pizzi. A verdade é que a falta de um verdadeiro 8 vai obrigar os encarnados a mexer no seu onze e colocá-lo mais defensivo.

Lopetegui vs Rui Vitória: O duelo de treinadores também merece atenção, visto ser a primeira vez que se enfrentam em igualdade de circunstâncias – as equipas estão ao mesmo nível. No ano e meio que Lopetegui leva em Portugal nunca ganhou ao Benfica – perdeu em casa (0x2) e empatou na Luz (0x0) – enquanto Rui Vitória nas 13 partidas disputadas frente ao FC Porto perdeu 9 e empatou 4, nunca conseguindo a vitória. No confronto direto o treinador espanhol leva vantagem, visto que nas duas partidas do ano passado em que os técnicos se enfrentaram, os dragões ganharam um (1×0) e empataram o outro (1×1).

Anúncios