Raio-X: Belenenses

Nova época, novas aspirações para a equipa de Belém. Depois de na época passada terem alcançado um precioso sexto lugar – que deu acesso às competições europeias – os Belenenses procuram uma época igualmente bem sucedida. Este Belenenses já disputou uma primeira fase de qualificação para a Liga Europa e consegui um lugar no próximo play-off. Ora, para além do evidente ganho orçamental, esta qualificação garante também o entusiasmo dos adeptos para a nova época.

Os Belenenses querem consolidar a sua posição na I Liga.

Os Belenenses querem consolidar a sua posição na I Liga.

PONTOS FORTES: Plantel luso. É insólito, mas os Belenenses tem, neste momento, um grupo de jogadores totalmente de origem portuguesa. Isto, num campeonato recheado de nacionalidades distintas, é um factor de distinção. Mais do que isso corrobora a tese de que os jogadores nacionais têm tanta ou mais qualidade do que os jogadores que chegam do estrangeiro.
Assim sendo, Sá Pinto consegui reunir jovens portugueses prontos a despontar e jogadores experientes que transmitem qualidade e serenidade à equipa.
PONTOS FRACOS: Sá Pinto. O treinador continua sem provar o seu valor e isso poderá preocupar os adeptos do Belém. Apesar da atitude em campo ser sempre positiva, em termos tácticos os esquemas de Sá Pinto ainda parecem estar longe da perfeição.

PILAR: Gonçalo Brandão. A experiência do defesa português é sempre uma mais valia para qualquer equipa da Primeira Liga que lute pela Europa. Com 28 anos, Gonçalo Brandão soma já passagens por Itália, Inglaterra e Roménia e afirma-se em Belém como capitão de equipa. Outra coisa a ter em conta é a de que se o Belenenses aspira chegar mais longe na Liga Europa terá na experiência de Brandão uma valência de elevada utilidade.

ESTRELA: Carlos Martins. Olhando para a qualidade de Carlos Martins, fica sempre a sensação que o médio português podia ter dado mais, podia ter chegado a patamares mais elevados. Mas por motivos físicos, por motivos pessoais e até por motivos de feitio, Carlos Martins nunca conseguiu ser um jogador com um rendimento regular. No entanto, e depois de ter andado perdido pela equipa B do SL Benfica, Carlos Martins mudou-se para Belém em janeiro do ano passado e chegou em boa hora. Titularissímo no esquema de Sá Pinto, Carlos Martins dá qualidade de passe, magia e golos. O seu (famoso) remate já deu alegrias aos adeptos do Belenenses, e promete ser a estrela de Belém.

Carlos Martins promete liderar Belém.

Carlos Martins promete liderar Belém.

JOKER: Miguel Rosa. O extremo de 26 anos só não pode ser considerado a estrela da equipa porque Carlos Martins tem no seu currículo vários títulos. Ainda assim, Miguel Rosa é uma das unidades mais importantes desta formação. Jogando na esquerda, e fazendo, ao seu estilo, movimentos diagonais para o meio, Miguel Rosa gosta de assumir o ritmo de jogo. Na época passada marcou por sete vezes em 33 jogos, uma marca que, com toda a certeza, Rosa terá como objectivo ultrapassar de modo a confirmar o seu estatuto de jogador acima da média.

CONTRATAÇÃO: Tonel. Com 35 anos, Tonel regressa ao primeiro escalão do futebol português. O central que já alinhou pelo Sporting CP e pelo FC Porto tem tudo para realizar uma excelente época numa equipa que na temporada passada acusou alguns erros defensivos infantis. Para já, Tonel parece estar a cair nas boas graças dos responsáveis do Belém muito por culpa da (excelente) exibição realizada no último jogo, que garantiu o play-off da Liga Europa.

MISTER: Ricardo Sá Pinto. Conhecido, desde dos tempos em que alinhava dentro das quatro linhas, como alguém com bastante garra e vontade de ganhar, Ricardo Sá Pinto quer afirmar-se enquanto treinador. Depois de ter pegado no Sporting CP numa fase muito complicada para os lados de Alvalade, o agora treinador do Belenenses foi até ao estrangeiro em busca do sucesso mas a verdade é que nunca consegui alcançar um título. O regresso a Portugal representa então uma responsabilidade para o próprio Sá Pinto, uma vez que é urgente confirmar o seu valor como treinador.

Anúncios