5 jogadores que podem voltar ao SL Benfica

O mercado de verão já vai a meio e, como é normal, a especulação sobre possíveis contratações é grande. Os rumores giram à volta de possíveis regressos ao futebol português, principalmente aos três grandes. Assim, e à imagem do que fizemos com o Sporting e com o FC Porto, o Box-to-Box decidiu escolher 5 jogadores que já passaram pelo SL Benfica e cujo retorno seria uma boa aposta para esta nova temporada.

5. Tiago 

No Benfica Tiago disputou 89 jogos e marcou em 25 ocasiões. 

No Benfica, Tiago disputou 89 jogos e marcou em 25 ocasiões.

O médio português já ultrapassou a barreira dos trinta anos, mas continua a ser dono de uma classe invejável.
Depois de ter feito a formação, enquanto jogador, no Sporting de Braga, transferiu-se para o Benfica onde jogou durante três temporadas. Sendo um médio mais moderno em termos tácticos, começou a despertar a cobiça além fronteiras com o Chelsea de Mourinho a conseguir o seu ingresso a Londres. Após ter disputado mais de meia centena de jogos às ordens de Mourinho, mudou-se para o Lyon, onde se afirmou como uma das estrelas da armada francesa.
Depois do sonho, surgiu o pesadelo denominado de Juventus. Foram longas, e duras, as épocas ao serviço dos italianos e Tiago foi mesmo considerado um flop no território transalpino.
O empréstimo na temporada de 2009/2010 ao Atlético de Madrid acabou por fazer renascer o médio português. O sucesso na capital espanhola foi tanto que levou o Atlético a comprar o passe de Tiago, onde ainda hoje é um dos mais acarinhados pelos adeptos colchonero.
No entanto, e com o passar do tempo, Tiago tem vindo a perder a primazia nas escolhas de Diego Simeone e um regresso ao Benfica seria uma solução que agradaria a ambas as partes.
Porém, não podemos esquecer que a equipa da Luz possui muitas soluções para o lugar de 6, sendo por isso necessário que o Benfica vendesse uma delas para ir buscar Tiago.

4. Markovic 

Markovic jogou 49 jogos de águia ao peito e

Markovic jogou 49 jogos de águia ao peito e “molhou a sopa” por sete vezes.

Quem não se lembra da arrancada do jovem sérvio no Sporting vs Benfica da temporada 2013/2014? Pois é, são muitas as saudades que Markovic deixa na Luz.
A velocidade e a fantasia do sérvio, levaram a que o Liverpool viesse a Lisboa desembolsar 25 milhões de euros, dos quais metade foram para os cofres da Luz.
No entanto, a primeira época nas terras de sua majestade não decorreu da forma que Markovic certamente desejaria. Nas 34 partidas em que jogou, conseguiu visar a baliza por quatro vezes mas os media ingleses não pareceram convencidos pelo talento do sérvio. Nem os media nem o próprio treinador Brendan Rodgers. Segundo o que foi noticiado em maio, o treinador do Liverpool incluiu Markovic na lista de dispensas do clube, mas a verdade é que o sérvio foi convocado para a digressão à Tailândia, Austrália e Malásia numa convocatória que não incluiu nomes como o de Ballotelli.
Assim sendo, e por agora, a situação de Markovic é uma incógnita. No entanto, circulam alguns rumores de que o Benfica estaria interessado em reaver o jogador a título de empréstimo.
Se a saída de Nico Gaitán se confirmar, o jovem sérvio seria a solução preferida por parte da massa associativa.

3. Guilherme Siqueira 

Em 33 jogos o brasileiro marcou um único golo.

Em 33 jogos o brasileiro marcou um único golo.

O lateral brasileiro está a perder espaço no plantel do Atlético de Madrid, que parece estar empenhado em fazer regressar Felipe Luís, também ele lateral esquerdo.
Com isto, surgem rumores de que Siqueira poderá voltar a Portugal para representar o Benfica ou… o FC Porto.
Certo é que a época realizada ao serviço do Benfica garantiu a Siqueira uma maior visibilidade que não foi alcançada no Granada. Outro facto relevante é o de que Eliseu continua a dividir os adeptos e sócios benfiquistas.
Resta saber qual será o desfecho da situação de Guilherme Siqueira. Sendo a sua saída uma certeza, a única dúvida será qual o clube destinatário.

2. Enzo Pérez

Em 113 partidas, Enzo marcou por 10 vezes. 

Em 113 partidas pelo Benfica, Enzo marcou por 10 vezes.

O motor da Luz foi desviado pelo Valência a meio da temporada passada depois de uma novela infindável no verão passado.
Os 25 milhões de euros foram suficientes para que o jogador argentino se mudasse para Espanha – isto numa altura em que o Benfica precisava de um encaixe financeiro muito por culpa da fraca prestação na Liga dos Campeões.
Enzo Pérez estava assim às ordens de Nuno Espírito Santo, que é um adepto confesso das qualidades do argentino. Apesar de utilizado pelo treinador português, o argentino não se adaptou totalmente ao campeonato espanhol, onde muitos já o criticaram por ser um jogador demasiado agressivo.
Ainda assim, Nuno não o deve deixar cair e deverá apostar nele nesta temporada de forma a desfazer todas as dúvidas.
Perante esta conjuntura, o regresso de Enzo seria um negócio difícil mas que agradaria a Rui Vitória, uma vez que Pizzi não é o 8 que melhor desempenhe o papel de box-to-box no desenho tático do Benfica.

1. Fábio Coentrão 

De águia ao peito, Coentrão jogou 97 jogou e marcou por sete vezes.

De águia ao peito, Coentrão jogou 97 jogou e marcou por sete vezes.

Aqui temos um caso muito especial.
Fábio Coentrão era um jovem extremo promissor que foi contratado pelo SL Benfica mas que nunca confirmou créditos. Foi então emprestado ao Nacional da Madeira e ao Rio Ave, onde um teve desempenho assinalável. Tal desempenho levou a que tivesse nova oportunidade nas águias. Desta feita, levado por Jorge Jesus. E foi Jesus quem o “salvou”.
Foi levado pela mão de JJ, que fez dele um lateral esquerdo. A velocidade e a raça fazem de Coentrão um dos casos de maior sucesso do treinador. E, por consequência, um dos melhores jogadores dos merengues.
No Real Madrid, e apesar do bom começo, tem vindo a perder fulgor – fruto também das lesões – na luta intensa que disputa com Marcelo. Prova disso são os números: se na primeira temporada o português foi opção para 33 jogos, na última foi chamado em apenas 17 ocasiões.
No início desta pré-época, Coentrão teve mais um contratempo com uma nova lesão, que o deixou de fora da digressão merenegue à Austrália.
Neste defeso já foi associado ao Sporting mas o próprio desmentiu, reafirmando o desejo de que, em Portugal, só joga no Benfica.
Feitas as contas, o regresso de Coentrão pode ser classificado com um sonho quase impossível, mas que pode ter contornos realísticos uma vez que a carreira do lateral esquerdo já teve melhores dias.

Anúncios