5 jogadores que podem voltar ao Sporting

O mercado de verão já vai a meio e, como é normal, a especulação sobre possíveis contratações é grande. Nestes rumores muito se tem falado de possíveis regressos ao futebol português, principalmente aos três grandes. Assim, o Box-to-Box decidiu escolher 5 jogadores que já passaram pelo Sporting e cujo retorno seria uma boa aposta para esta nova temporada.

5. Miguel Veloso

No Sporting, o médio fez 97 jogos, 4 golos e 9 assistências.

No Sporting, o médio fez 97 jogos, 4 golos e 9 assistências.

A posição 6 é das mais importantes para Jesus, portanto mesmo que William Carvalho não saia, o lugar deve ser reforçado. Miguel Veloso é um jogador que fez a formação no clube de Alvalade e que já demonstrou, em várias ocasiões, vontade de regressar a “casa”. O internacional português conta com muita experiência, o que podia ser importante para um plantel jovem como o dos verde-e-brancos. A qualidade no passe e a marcação de bolas paradas são outras mais-valias que Veloso podia acrescentar. Além disso pode também atuar a defesa-esquerdo, posição que desempenhou várias vezes quando esteve no Sporting. Nos 10 anos que esteve ligado aos leões, cinco foram na equipa principal.

4. Daniel Carriço

Nos leões Carriço realizou 91 partidas, fez 2 golos e outras 2 assistências.

Nos leões Carriço realizou 91 partidas, fez 2 golos e outras 2 assistências.

O novo treinador do Sporting anda à procura de um patrão para o centro da defesa e Daniel Carriço podia muito bem ser o escolhido. Apesar de não ser um trintão, já acumulou muita experiência internacional no Sevilha e conhece bem a realidade leonina. Outro ponto a seu favor é o facto de tanto poder atuar no centro da defesa como a médio-defensivo. A velocidade, antecipando-se muitas vezes aos seus adversários, e o forte jogo posicional são as suas principais características. Fez a sua formação nos leões, onde jogou ainda 4 temporadas na equipa principal.

3. Matías Fernández

Em 69 jogos na Liga portuguesa fez 12 tentos e 7 assistências.

Em 69 jogos na Liga portuguesa fez 12 tentos e 7 assistências.

O internacional chileno seria sempre um grande reforço, apesar de JJ não usar um médio criativo no seu 4x4x2. Matías Fernández é um nº10 à antiga, com muito critério no passe e uma visão de jogo muito acima da média. As bolas paradas também são outro ponto forte do seu jogo. O médio jogou durante 3 épocas em Alvalade, e mesmo numa altura em que o clube não atravessava uma boa fase, percebia-se que o chileno era um jogador com uma qualidade inegável. Os números comprovam isso mesmo: em 69 jogos na Liga portuguesa fez 12 tentos e 7 assistências.

2. João Pereira

O internacional português actuou entre 2010 e 2013 nos leões, onde contabilizou 61 jogos, 3 golos e 5 assistências, apenas na Liga.

O internacional português actuou entre 2010 e 2013 nos leões, onde contabilizou 61 jogos, 3 golos e 5 assistências, apenas na Liga.

A saída certa de Cedric para o Southampton e a provável venda de Miguel Lopes fazem com que o lado direito da defesa leonina necessite de ser reforçada. É neste contexto que o retorno de João Pereira seria uma boa solução, visto que não se encontra contratualmente ligado a nenhum clube. O internacional português atuou entre 2010 e 2013 nos leões, onde contabilizou 61 jogos, 3 golos e 5 assistências, apenas na Liga. A sua vasta experiência e a sua entrega ao jogo encaixam nos predicados que Jorge Jesus procura para o seu Sporting.

1. Van Wolfswinkel

 Nos dois anos que Van Wolfswinkel jogou em Alvalade marcou por 28 ocasiões, em 55 partidas, só no campeonato nacional.

Nos dois anos que Van Wolfswinkel jogou em Alvalade marcou por 28 ocasiões, em 55 partidas, só no campeonato nacional.

O avançado holandês esteve a um pequeno passo de voltar, mas exigências financeiras de última hora fizeram com o negócio fosse por água abaixo. Se o seu regresso se tivesse confirmado era, sem dúvida, uma mais-valia para os leões. Nos dois anos que Van Wolfswinkel jogou em Alvalade marcou por 28 ocasiões, em 55 partidas, só no campeonato nacional. E é preciso relembrar que a segunda época do holandês foi a pior da história do Sporting, com um 7º lugar na Liga. As principais características do internacional holandês são a sua capacidade de jogar de costas para a baliza e o seu faro apurado por golos. Seria o parceiro ideal de Slimani na frente de ataque.

Anúncios