Topo e Fundo da Semana (3-05-15)

Topo: O excelente trabalho de Petit no Boavista.
O Boavista garantiu nesta jornada, contra tudo e contra todos, a permanência na Primeira Liga do futebol nacional. A equipa dos axadrezados foi, no ano transato, promovida por ordem judicial. Mas se nesse caso houve lugar a muitas dúvidas, desta vez a manutenção é totalmente merecida pelo trabalho em campo.
É verdade que o futebol praticado não é bonito, mas o esforço de Petit em fazer aqueles miúdos jogarem em equipa é notável.
Lembro que no início da época, o Boavista chegou a ter 50 atletas à experiência…
Bravo Petit. Bravo.

O Boavista garantiu a manutenção ao ganhar por 3-2 ao Moreirense.

O Boavista garantiu a manutenção ao ganhar por 3-2 ao Moreirense.

Fundo: Gil e Penafiel destinados ao fracasso.
As jornadas aproximam-se do fim e as certezas começam a chegar.
Gil Vicente e Penafiel não devem conseguir fugir do seu destino, que consta ser a descida de divisão.
Mas vamos por partes. Começando pelo caso do Gil Vicente: os gilistas até têm uma boa equipa, mas por motivos poucos claros não jogam coesos e em sentido de unidade. Há qualidade na equipa, mas parece que falta sempre algo que nunca foi resolvido nem com a própria mudança do comandante tático.
Passando para o Penafiel, era desde logo uma forte hipótese que a descida fosse o cenário mais que certo. Mas porquê? Podemos encontrar vários motivos para o insucesso, mas dois deles são gritantes: o plantel ser curto demais e a forte aposta em jogadores portugueses (que falhou redondamente).
No final do campeonato, é mais que provável que estas equipas sejam despromovidas.
Mas vão deixar saudades, principalmente o clube de Barcelos.

Em caso de descida, o Gil Vicente irá, certamente, perder várias peças chave do seu plantel.

Em caso de descida o Gil Vicente irá, certamente, perder várias peças chave do seu plantel.

Anúncios