Topo e Fundo da Semana (19-04-15)

Topo: A fantástica noite europeia do FC Porto

Os dragões foram incríveis e mostraram porque só se devem fazer prognósticos no final do jogo. Enorme é um adjetivo que não chega para qualificar a exibição deste FC Porto.
Sem medo, a pressionarem o primeiro portador da bola os portistas encostaram nos alemães que pareciam tontos com tamanha pressão.
O resultado obtido no Dragão é bom, mas os comandados de Lopetegui não se podem iludir. Só uma exibição à imagem daquela feita na quarta feira passada irá permitir o acesso às meias finais da melhor prova do futebol europeu!

P.S: Uma pequena nota de reconhecimento a Vítor Pereira – este domingo sagrou-se campeão grego com o seu Olympiakos. No meio de tantas polémicas que esteve/está envolvido, o seu valor como treinador nunca esteve em causa e este é mais um titulo para o seu currículo.

Jackson foi peça fundamental no triunfo sobre o Bayern.

Jackson foi peça fundamental no triunfo sobre o Bayern.

Fundo: Muller e o seu gigante mau perder

O internacional alemão é um craque, mas deveria compreender que às vezes o melhor é ficar calado.
No final do jogo, apresentou a sua insatisfação afirmando que o FC Porto tinha apostado na tática do “autocarro” – quero pensar que tal desabafo tenha sido feito por um jogador que não gosta de perder e que ainda não tinha digerido o desaire – alimentado a imagem de um jogador que joga muito mas que sabe pouco.
Ora, como em tudo na vida, o primeiro passo para termos sucesso é admitirmos os nossos próprios erros ao invés de culparmos os outros.
Toma esta noite como uma lição para a vida, Muller.

Anulado em campo, Muller destacou-se pelas palavras.

Anulado em campo, Muller destacou-se pelas palavras.

Anúncios