Parma – história com um final… infeliz

O Parma não vive dias nada felizes. O clube está praticamente na bancarrota. Os jogadores não recebem salários, as instalações do clube não têm as condições mínimas para a prática da modalidade e não existe ligação entre direção e equipa. O resultado é o que está à vista: último lugar da Série A e uma morte praticamente anunciada.

Quando falamos do Parma não podemos falar em campeonatos italianos (se bem que o clube já venceu 3 taças de Itália e 1 SuperCopa de Itália) mas sim nas grandes conquistas europeias (2 Taça UEFA e 1 Supertaça Europeia) no final do século passado (94/95 e 98/99).

parma-1998-99-coppa-italia

Vários craques representaram esta equipa: Veron, Thuram, Crespo, Roberto Baggio, Asprilla, o uma vez melhor do Mundo Fabio Cannavaro,  e portugueses Fernando Couto e Sérgio Conceição. Até Carlo Ancellotti, atual treinador do Real Madrid, esteve por lá na década de 70.

Por tudo isto, será interessante perceber que onze-tipo poderia ter o Parma, se não vendesse (e não estivesse nestas condições financeiras!). Isto em mais uma rúbrica do Box-to-Box. Vejamos quais os melhores jogadores no ativo que já passaram pelo Parma.

buffon

O nº1 de Itália saiu do Parma no início do século XXI por uma verba astonómica: 54 milhões de euros

Na baliza não houve espaço para grande debate. Buffon (Juventus) foi o guarda-redes escolhido. Um dos melhores da atualidade e de sempre. Parece que não envelhece e, para quem gosta de futebol, só resta agradecer. O jogador de 37 anos também é (só!) o guardião mais caro da história: 54 milhões de euros que o transferiu de Parma para Turim.

Jose+Mauri+ZMQRFcE2yhGm

José Mauri é um dos poucos resistentes da equipa do Parma. O jovem de 18 anos deve sair no final da presente temporada, como muitos dos seus colegas de equipa

Os centrais Paletta (AC Milan), Bonera (AC Milan) e Paolo Cannavaro (Sassuolo) compõem a linha defensiva. Os jogadores têm grande experiência a jogar na principal liga italiana. Jogam com segurança e raramente comprometem.

Na zona do meio-campo, a equipa do Box-to-Box colocou Gargano (Nápoles) e José Mauri (Parma) no miolo, Antonelli (AC Milan) na esquerda e Candreva (Lazio) na direita. Gargano é uma força em bruto e costuma alinhar na posição mais recuada do meio-campo. José Mauri é um dos poucos combatentes que restam à equipa do Parma. Apesar de ser um miúdo de 18 anos, este ano o lugar foi dele no início da época (lugar que nunca mais largou). Prevê-se um futuro risonho a este construtor de jogo. Antonelli e Candreva são internacionais italianos. Enquanto o primeiro atua a médio e a lateral esquerdo, Candreva é exatamente o contrário: a médio mas ainda mais a extremo. Candreva apesar de não ser muito referenciado, é dos melhores extremos italianos da atualidade.

Cassano-Parma

Os problemas financeiros do clube transalpino levaram Cassano a rescindir por mútuo acordo, após constantes salários em atraso

 

Na posição de nº10 um jogador muito adorado pelos adeptos italianos Cassano (sem clube). O jogador que estava no Parma até à presente época, rescindiu com a equipa de azul e amarelo por salários em atraso. O jogador, que também pode atuar nas linhas, já passou por várias equipas italianas. Fica sempre a sensação que podia ter ido um bocadinho mais além, pelo talento que apresentava em cada jogo. Agora procura clube!

Graziano+Pelle+Parma+FC+v+AC+Cesena+Serie+Adheb7-2yrpl

Pelle não foi dos mais felizes em Parma mas agora é um dos melhores avançados da Premier League

 

A frente de ataque é demolidora: Giuseppe Rossi (Fiorentina) no apoio ao ‘pinheiro’ Pelle (Southampton). Um misto de velocidade, criatividade e finalização. Rossi podia estar um nível acima, não fossem as consecutivas lesões graves. Pelle era um ponta-de-lança banal, mas quando se mudou para a Holanda fez duas épocas de grande nível ao serviço do Feyenoord (55 golos em 66 jogos). Agora em Inglaterra a tarefa é bem mais complicada mas tem estado a bom nível, na equipa sensação da Premier League.

Parma

Errata: na imagem aparece o nome de Fabio Cannavaro, isto quando queremos falar do seu irmão Paolo Cannavaro (jogador ainda no ativo)

Valor das vendas:

GR – Buffon – 54M (Juventus)

DC – Paletta – 2,5M (AC Milan)

DC – Bonera- 3M (AC Milan)

DC – Paolo Cannavaro – livre (Nápoles)

MC – Gargano – emprestado

MC – José Mauri – no clube

ME – Antonelli – 7M (Génova)

MD – Candreva – empréstimo

MAC – Cassano – livre

PL -Pelle – 3M (Feyenoord)

PL- Giuseppe Rossi – empréstimo

Anúncios