Portimonense – nem só do bom tempo vive o Algarve

Todos os anos os portugueses procuram um lugar agradável para as férias de verão e as praias de Portimão são escolha regular dos turistas. Mas há outra época alta com duração de oito ou nove meses, de quinze em quinze dias: o futebol que leva os adeptos da terra ao estádio do Portimonense.

O clube tem um vasto palmarés. Nos anos 80 teve boas prestações na Taça de Portugal (três meias finais) e Primeira Liga (5º lugar). Mais recente, na época 2009/2010, destaca-se a subida à Primeira Liga. Infelizmente, a equipa do Algarve voltou a descer à Segunda Liga, no ano seguinte, e é onde tem militado até então.

RICARDO PESSOA FESTEJOS (1)

Ricardo Pessoa é titular indiscutível na lateral direita e uma lenda viva do clube

Muitos bons jogadores passaram pelo Portimonense, e por isso o Box-to-Box decidiu dedicar-lhe a rubrica ‘E se as equipas não vendessem?’. Vamos descobrir os melhores jogadores da atualidade que já vestiram este emblema:

Para a baliza escolhemos Mário Felgueiras (Konyaspor). O guarda-redes que recentemente foi transferido do Cluj para o clube turco, iniciou-se ao mais alto nível pela equipa do Portimonense. Depois de mostrar todo o seu valor no Algarve, foi subindo vários patamares na carreira.

ngE1C27DBF-D304-48F3-804F-F6859E61C419

Wakaso é neste momento um dos melhores trincos a atuar em Portugal

A linha defensiva é constítuida por Ricardo Pessoa (Portimonense), André Pinto (Braga), Ruben Fernandes (Estoril) e Emídio Rafael (Estoril). Ricardo Pessoa é capitão de equipa e considerado por muitos como um ícone do clube de Portimão. Todos os outros jogadores são titulares indiscutíveis nas equipas (da Primeira Liga) que representam.

O tridente do meio-campo é composto pelo ganês Wakaso (Rio Ave) e os portugueses Tarantini (Rio Ave) e Vitor Gonçalves (Gil Vicente). Curiosamente, Wakaso e Vitor Gonçalves vêm os dois da escola de formação do Portimonense. Dois casos de sucesso que ainda podem dar mais um salto na carreira porque são jogadores muito jovens. Tarantini é um dos médios mais influentes e goleadores da Primeira Liga. Neste momento anda a mostrar o seu melhor futebol.

600

Candeias. Um extremo que deixa saudades à equipa de Portimão

Candeias (Granada) e Wilson Eduardo (ADO Den Haag) foram os dois jogadores que escolhemos para atuar nas posições de extremos. Apesar de estarem apenas no clube a título de empréstimos, foram muito importantes na Primeira e Segunda Liga, respetivamente.

ngDABA0CA3-A024-4476-A2AF-381F9CAA5877

Simmy (à esquerda) e Vitor Gonçalves (atrás) são dois jogadores formados no clube. Ambos estão no Gil Vicente e podem pensar em voos mais altos se continuarem a jogar a bom nível

Na frente de ataque o ‘pinheiro’ Simmy (Gil Vicente). O ponta-de-lança nigeriano foi outro dos jogadores formados no clube. Apesar de não ter mostrado todo o seu valor, conseguiu dar o salto para a Primeira Liga e é um dos melhores dos gilistas. Nesta época já abanou a rede adversária por 9 vezes, nas diferentes competições nacionais.

Sem Títulos(O Box-to-Box decidiu não fazer o habitual valor das vendas porque neste caso específico a maioria dos jogadores só estiveram no clube a título de empréstimo ou saíram em transferência livre).

Anúncios