São Paulo – craques ao ritmo do samba

A equipa do São Paulo é uma das mais históricas e emblemáticas do campeonato brasileiro. Aliás, o seu palmarés revela que a equipa é forte, não só no Brasil, mas também em todo o continente americano – e até no Mundo (6x Campeão do Brasil, 3x vencedor da Taça Libertadores, 2x vencedor da Taça Intercontinental e 1x vencedor da Taça do Mundo de Clubes).

Muitos foram os craques que começaram a carreira na formação paulista e que depois se revelaram mundialmente nos principais colossos europeus. O São Paulo é, nesta altura, o clube com maior poder financeiro, conseguindo trazer alguns jogadores brasileiros que não estão na melhor forma para atuar no futebol europeu.

Na rubrica ‘E se as equipas não vendessem?’, o Box-to-Box decidiu então fazer o melhor onze com os jogadores que estiveram (ou estão) no clube e que ainda atuam ao mais alto nível.

sprogerioceni_lp_27031122322-4

Rodrigo Ceni (São Paulo) é o guarda-redes escolhido. O guardião brasileiro é um ícone do clube e do seu país de origem. Dotado de uma grande entrega ao jogo, Ceni junta a isso o seu poder posicional entre os postes e uma aptidão para 2136a marcação de livres e penalties. Aos 42 anos, Ceni é uma lenda viva do clube e merece claramente constar neste onze.

O quarteto defensivo é composto por Douglas (Barcelona), Miranda (Atlético Madrid), Dória (Marselha) e Michel Bastos (São Paulo). Douglas saiu de São Paulo com o rótulo de próximo Dani Alves/Maicon, mas até agora não passou de um flop no clube catalão. Miranda é um dos líderes do clube ‘Ché’, enquanto Dória não tem sido escolha do treinador Marcelo Bielsa. Na verdade, neste mercado de transferências, o jogador voltou à casa paulista para voltar a ganhar forma. Michel Bastos, apesar de não ser um lateral de raiz, é um jogador bastante competente, tanto a atacar como a defender, e tem ajudado o São Paulo na luta de voltar aos títulos nacionais.

PORTO ALEGRE, RS, 20.08.2014: FUTEBOL- INTERNACIONAL-RS X SAO PAULO-SP- Aranguiz do Internacional e Kaka do Sao Paulo, durante partida valida pela decima setima rodada do Campeonato Brasileiro, disputada na noite de hoje no estadio Beira-Rio, em Porto Alegre,RS. Foto: Edu Andrade/FatoPress

O trio do meio-campo é composto por Casemiro (FC Porto), Hernanes (Inter) e Kaka (Orlando City). Casemiro ocupa a posição mais recuada, já que é um jogador que tem estado bem na sua primeira época de afirmação ao serviço de um clube europeu (habitual suplente no Real Madrid). Hernanes e Kaka são dois médios já com muitos anos de futebol e, 0,,21654902-EX,00apesar de já não estarem no seu pico de carreira, continuam a ser jogadores preponderantes nas suas equipas – e até na seleção brasileira. Opções difíceis, especialmente com alguns atletas que jogam atualmente no meio-campo paulista (ex: Souza, Denilson e Ganso)

Na posição de extremos, dois brasileiros que começam a mostrar que podem entrar facilmente no top 10 Mundial nos próximos anos: Oscar (Chelsea) e Lucas (PSG). Os dois internacionais pelo Brasil são duas peças essenciais para atacar as balizas adversárias. A técnica e a velocidade estão no sangue destes dois craques!

9_176

Na frente de ataque, o atual ponta-de-lança do clube: Alexandre Pato (São Paulo). O internacional brasileiro, apesar dos seus 25 anos, já tem uma longa carreira no futebol mundial. Foi cedo para o AC Milan para mostrar todo o seu potencial, mas uma grave lesão colocou-o out do futebol europeu. O Corinthians contratou-o, mas emprestou-o durante dois anos ao São Paulo. Ao fim do primeiro ano, os resultados não são espetaculares: 10 golos em 33 jogos.

São Puaulo

Anúncios