OPINIÃO – Southampton, competência é um dos segredos do sucesso

Hoje no “espaço opinião” optei por ir até ao estrangeiro, mais concretamente a terras de sua majestade, analisar a grande surpresa até agora da Premier League, nada mais nada menos que o Southampton, talvez um perfeito desconhecido para muitos de nós. Fazendo a comparação para Portugal, esta equipa poderá se comparar em termos de nomeada a um Paços de Ferreira, no entanto com um orçamento incomparavelmente superior, como é hábito em Inglaterra. koeman

O Southampton ocupa neste momento o 2º lugar da Premier League, apenas superado pelo Chelsea de Mourinho e estão à frente dos poderosos Manchester United, City e Arsenal, para não falar de mais equipas com orçamentos superiores. Outros dos motivos que me fizeram escrever sobre esta equipa, é o seu treinador, um velho conhecido do futebol português, Ronald Koeman, ex-treinador do Benfica. Acresce ainda que Koeman rumou este ano a Inglaterra, ou seja adaptou-se facilmente à competividade do futebol inglês e confrontou-se ainda com algumas saídas de jogadores preponderantes na época passada.

O plantel do Southampton apesar de não ter as estrelas que outros na liga inglesa têm, existem jogadores com muita qualidade. Na baliza temos Fraser Forster, já internacional inglês, ex Celtic e que foi variadas vezes apontado ao Benfica. Nas laterais Clyne e Bertrand, ambos também internacionais ingleses, Clyne fez há pouco tempo a sua 1ª internacionalizamorgan-schneiderlin-southampton_3005500ção. No centro da defesa o português José Fonte e o belga Toby Alderweireld fazem dupla no eixo defensivo. No meio campo Wanyama, Schneiderlin e Steven Davis, fazem o trio de meio campo. Especial destaque para Schneiderlin, já chamado à seleção francesa e na minha opinião um jogador que pode jogar em qualquer equipa da Europa. O trio da frente é constituido normalmente por Jay Rodriguez, Tadic e Pelle. O último tem sido também um dos destques desta equipa que inclusivamente tem merecido a chamada à seleção italiana.

Por fim, dizer apenas que como está a ser provado em Portugal com algumas equipas, exemplo de Vitória de Guimarães, Belenenses e Paços de Ferreira, os orçamentos são importantes, mas não são tudo, a competência é sem dúvida um dos elementos preponderantes para o sucesso de uma equipa!

Tiago Oliveira

Anúncios