FC Porto vs Sporting e Sporting da Covilhã vs Benfica prometem espectáculo e muitos golos

A 3ºeliminatória da Taça de Portugal é a fase em que as equipas da Primeira Liga entram em acção, e por consequente começam os jogos com mais interesse. Este ano, a exemplo do ano passado, dois dos grandes encontram-se já nesta fase, mas desta vez a fava calhou ao FC Porto e Sporting. O Benfica, detentor do título, desloca-se à Covilhã para enfrentar o Sporting da Covilhã. O Box-to-Box vai fazer uma análise aos jogos dos três grandes, abordando o historial dos confrontos e os pontos fortes e fracos de cada equipa.

O FC Porto vs Sporting é o jogo grande da eliminatória. Toda gente se lembra do grande jogo do ano passado entre Benfica e Sporting, no Estádio da Luz, na mesma fase da prova. Nesse jogo, os leões foram derrotados (4-3) mas apenas no prolongamento. No sábado, no Dragão, espera-se outra partida do mesmo nível. O historial de confrontos das duas equipas é favorável aos dragões, mas o equilíbrio é evidente. No total realizaram-se 36 partidas na prova rainha entre os dois históricos, os leões venceram 11 partidas e os dragões 13. Os restantes terminaram em empate. Contudo as estatísticas demonstram que o factor casa é importante. Em casa, o FC Porto venceu 10 partidas, empatou duas e perdeu por 4 ocasiões. Em Alvalade, o saldo é mais vantajoso para os leões. 5 vitórias para o Sporting, 7 empates e uma vitória para o FC Porto. Neste longo historial de confrontos realizaram-se ainda sete partidas em campo neutro, em que houve duas vitórias para cada lado e três empates.

O último duelo entre as duas equipas para a Taça, no Dragão, em 2009/2010, terminou em goleada (5-2) para os da casa. Dessa partida resistem apenas três jogadores. Maicon no lado dos azuis e brancos e Rui Patrício e Adrien no lado dos verde- e- branco. Outra curiosidade é o número de golos marcados (99) até agora nas 36 partidas disputadas entre as duas equipas na Taça. A equipa que marcar primeiro no sábado atinge o golo 100.

Pontos Fortes do FC Porto: O aumento de confiança. Depois de três empates consecutivos para o campeonato, os dragões arrancaram na última jornada uma importante vitória (2-1) sobre o Sporting de Braga. Com este triunfo o Porto aumenta os seus níveis de confiança para o clássico. Outro ponto importante a favor dos dragões é o facto de jogar em casa. Pelo que as estatísticas demonstram e numa partida em que uma das equipas vai ter de ser eliminada, jogar com o apoio do seu público pode ser um trunfo muito importante.

Pontos Fracos do FC Porto: a instabilidade na posição de médio defensivo. Durante o verão, o FC Porto vendeu Fernando que era dono e senhor da posição, e foi buscar Casemiro para o substituir. O problema é que o brasileiro está lesionado e não há uma alternativa à altura. Lopetegui tem apostado em Marcano e Ruben Neves, mas nenhum deles está ao nível dos dois brasileiros. Marcano é defesa central e está adaptar-se à nova posição. O português é muito jovem, 17 anos, e tem de ganhar físico para conseguir destruir mais jogo adversário.

Pontos Fortes do Sporting: A confiança que a equipa respira e a boa forma de Nani e Slimani. As boas exibições têm dado à equipa muita confiança mesmo que os resultados não correspondam, como a derrota contra o Chelsea e o empate frente ao FC Porto para o campeonato. Nesta boa forma da equipa há que destacar Nani e Slimani. O português joga e faz a equipa jogar. Tem sido fundamental com golos e assistências. O internacional argelino é decisivo com os seus golos. No último jogo frente ao Penafiel fez dois, e na selecção fez mais um. Demonstra que está com o faro pelo golo bem apurado.

Pontos Fracos do Sporting: a instabilidade no centro da defesa. É o problema de sempre (deste ano) dos leões e que dificilmente vai ser resolvido. Maurício, titular indiscutível, está lesionado e não vai jogar, e Sarr é muito novo e mostra essa juventude com erros infantis. A lufada de ar fresco nesta posição foi a boa entrada de Paulo Oliveira no onze. Contudo os jovens português e francês têm pouca experiência e vão ter muita dificuldade para travar Jackson Martínez e companhia.

O outro jogo que envolve um dos três grandes é o Sporting da Covilhã vs Benfica. Os encarnados iniciam a defesa do titulo com uma deslocação difícil à serra. Jorge Jesus pode apostar em alguns jogadores menos utilizados e fazer algumas poupanças a pensar no jogo da Liga dos Campeões, mas com cuidado. Apesar do Covilhã ser da Segunda Liga e do favoritismo estar todo do lado do Benfica, as deslocações ao terreno das equipas mais pequenas nunca são fáceis e os jogos da Taça são especialistas em surpresas. As estatísticas justificam o favoritismo dos campeões nacionais. Nas 10 partidas disputadas pelas duas equipas na Taça de Portugal, os serranos nunca venceram e perderam por 7 ocasiões e empataram por 3. Apesar disso, os jogos que se realizaram na Covilhã demonstram que o Benfica costuma ter dificuldades. Nos 4 jogos realizados na serra, os encarnados empataram por 3 ocasiões e venceram por uma vez. Em Lisboa, o registo é totalmente vitorioso para os da casa, 6 jogos e 6 vitórias. Uma curiosidade interessante dos duelos entre as duas equipas nesta prova é o elevado número de golos. O Benfica já venceu por expressivos 8-0 e 5-0, mas também teve empates expressivos como 2-2 e 5-5.

Pontos Fortes do Benfica: o bom início de campeonato e a veia goleadora de Talisca. O Benfica é líder isolado da Liga e empatou apenas uma partida. A juntar a isso, conta com Talisca com um faro muito apurado pelo golo. O brasileiro é o melhor marcador da Primeira Liga (6 golos) e tem sido um elemento importante para desbloquear jogos quando a equipa sente dificuldade em marcar e os adversários se fecham na defesa.

Pontos Fracos do Benfica: A instabilidade na baliza e a possível rotatividade de Jorge Jesus. Na baliza, desde da saída de Oblak, que a situação não tem sido fácil. Júlio César e Artur são os principais candidatos ao lugar, mas tem sofrido vários percalços. Artur tem feito mais partidas e tem juntado vários erros, o mais gritante na partida frente ao Sporting que permitiu o empate aos leões. Júlio César tem sofrido vários problemas físicos e quando jogou também não esteve ao seu melhor nível. Quanto à rotatividade também pode ser um problema. Os jogadores com menos minutos não estão tão rotinados e podem ficar aquém das expectativas numa partida em que os encarnados têm a obrigação de vencer.

Pontos Fortes do Sporting da Covilhã: O forte colectivo e o factor casa. Os serranos têm um colectivo muito forte e unido e o facto de estarem a realizar um bom início de época dá-lhes mais confiança para acreditar numa surpresa. O factor casa também é importante. Toda gente sabe que as equipas denominadas mais pequenas quando jogam em casa agigantam-se e ganham mais moral.

Pontos Fracos do Sporting da Covilhã: as diferenças entre as duas equipas. O Benfica é campeão nacional e luta por todas as competições nacionais. O Covilhã luta para se manter na Segunda Liga e tem um orçamento muito baixo. Para além disto, a diferença de qualidade entre os jogadores é enorme, sendo que o Covilhã vale pelo seu colectivo e o Benfica pelo seu colectivo e pelas suas individualidades.

Anúncios