Alemanha e Gana empatam em jogo louco (2-2); Klose histórico

Fortaleza foi palco de um jogo electrizante entre Alemanha e Gana.
Após uma primeira parte adormecida e algo aborrecida, as equipas voltaram dos balneários com uma nova postura. Logo no início da segunda parte, Gotze faz o primeiro golo do jogo (51′). Bom centro de Muller, e o jovem a cabecear para baixo com a bola a embater no joelho antes de entrar na baliza de Dauda. O Gana não baixou os braços e após 3 minutos consegui igualar o marcador. Cruzamento de Harrison Afful e Andre Ayew saltou mais alto do que Mertsacker para desviar, de cabeça, a bola para as redes de Neuer (54′). O Gana não desarmou e manteve a tomada de jogo. Ao minuto 64, novo golo da selecção ganesa. Remate fortíssimo de Gyan, sem hipóteses para Neuer.
Com este resultado o seleccionador alemão mexeu na equipa e fez entrar Klose e Schweinsteiger no jogo. Bastou um minuto para Klose fazer estragos. Canto da esquerda, desvio de Höwedes de cabeça junto ao primeiro poste e finalização do avançado em carrinho. Miroslav Klose entra assim na história com o seu 15º golo em fases finais do Mundial igualando a marca de Ronaldo o «fenómeno».
Até ao final do jogo, foram diversas as oportunidades para ambas as selecções mas não houve mais alterações no marcador.
Com este resultado, a Alemanha soma 4 pontos, EUA 3, Gana 1 e Portugal ainda não pontuou. Ainda assim, Portugal depende de si próprio para se qualificar para os oitavos-de-final do Mundial.

Klose

 

Box-to-Box: Numa segunda parte louca, os ganeses estiveram endiabrados. Destaque para Ayew. É a alma desta selecção. Marcou, festejou e puxou pelos colegas de equipa. O extremo ganês somou o segundo golo neste Mundial, e foi sempre uma ameaça na área alemã. No meio campo, bom jogo de Muntari. O primeiro a pegar na bola para construir jogadas de ataque à defesa alemã.
Na selecção germânica, bom jogo de Ozil. O médio do Arsenal foi dos melhores na primeira parte, e manteve o nível durante a segunda. Destaque para a dupla substituição. Klose entrou e marcou. Schweinsteiger substitui Khedira e a Alemanha mudou logo o chip. Começa a ser teimosia a insistência no médio do Real Madrid. Foi notória a melhoria na exibição germânica com Schweinsteiger em campo.

 

Anúncios